Sunday, March 20, 2011

Printmaking / Gravura





No ano passado, a seguir à minha primeira exposição, comecei a fazer uma gravura no Centro Português de Serigrafia.
A primeira imagem é o resultado final e as seguintes são da fase de betumar a chapa.
O CPS meteu no facebook um album com as fotografias de quando estavam a fazer a impressão ( link )

Last year, after my first solo exhibition, I started to work on an etching for Centro Português de Serigrafia (a portuguese institution that makes editions of prints). The edition is complete.
I loved the experience: I learned a lot about printmaking and it just made me want to work more on this technique.
The first image is the final work and the next ones are photographs from the aquatint process. You can see on facebook photos from the print process.

6 comments:

Trivia said...

qual foi a técnica? Gostei muito do resultado.

Catarina Garcia said...

Olá Trivia! É água-forte e água-tinta mas é difícil de explicar porque isto é trabalhado numa chapa (esta de zinco) e depois impresso, mas podes ver neste link: http://www.moma.org/interactives/projects/2001/whatisaprint/print.html
selecciona etching e tem la ilustrações e descrições a explicar :)
Obrigada pelo interesse!

Luis Filipe Gomes said...

Gosto deste teu trabalho.
A água-tinta enfatiza esse destaque da figura relativamente ao fundo.
O isolamento das figuras entre si é bem a imagem do ser humano enquanto individualidade irrepetível. Por outro lado o movimento que subtilmente deste com o gesto ou a orientação das personagens parece que deixa no ar inúmeras histórias por contar.
A moldura é uma janela que funciona como âncora e permite fixar uma prespectiva á maneira ocidental; de outro modo voaríamos com os pássaros, por entre as crianças sem dar conta do tempo.

Catarina Garcia said...

Muito obrigada Luís pela bonita descrição.
Quando estou a criá-la não penso por palavras e ver que suscitou um pensamento desse género é muito bom!
Esta gravura acabou por ser uma descoberta da própria técnica da gravura, foi-se sempre modificando e a cor deu-lhe uma força ainda melhor. Não a conseguiria fazer sozinha pois foi a minha primeira gravura com misturas de cor. Nem imaginas a diferença que fez no meu modo de fazer gravura, gostava muito de ter a oportunidade de repetir a experiência!

geraldo roberto da silva said...

Este comentário não se prende à uma postagem específica. Gostei de todo o blog! Gostei muito! Parabéns!

Catarina Garcia said...

Muito obrigada Geraldo, fico muito contente por gostar, vou tentar manter o blog mais activo!